Bolerus por aí (020) – Casa Modernista

No dia 13/04/18, nosso “Bolerus” visitou um lugar importante para a história da cultura nacional na primeira metade do século XX, mas que pouca gente conhece. Projetada pelo arquiteto russo Gregori Warchavchik e construída em 1928, a Casa Modernista (que fica na Vila Mariana, em São Paulo) é assim chamada por ser considerada a primeira obra de arquitetura moderna no Brasil. Tombada como patrimônio histórico em 1984, passou por um longo processo judicial entre seus últimos proprietários e o Estado, ficando em completo abandono por muitos anos. Somente nos anos 2000 tiveram início projetos e obras de restauro do espaço. Em 2008, o parque e a casa foram abertos ao público. E embora conte com visitas monitoradas por educadores patrimoniais em alguns horários agendados, parece haver ainda muito o que fazer para tornar o local um centro de atividades culturais com áreas adequadas de convivência em seu parque. Acreditando que isso possa um dia ser viabilizado, o “Bolerus” 020 pousou numa das cadeiras da sala em que se exibe permanentemente um documentário sobre a casa. Ficou ele lá esperando um visitante curioso, que o leve para casa e o faça alçar novos voos.

> Para comprar o “Bolerus” impresso, acesse: https://pag.ae/bhsTF7S.

> Se preferir o e-book, acesse: http://amzn.to/2AL1uVl.

Bolerus por aí (019) – Biblioteca Livro Livre ESPM

No último dia 13/04/2018, o “Bolerus” número 019 foi conhecer uma iniciativa muito bacana da cidade de São Paulo. Trata-se da biblioteca comunitária “Livro Livre ESPM”, que foi inaugurada neste ano e fica na calçada da Escola Superior de Propaganda e Marketing, na Rua Dr. Álvaro Alvim, nº 123, Vila Mariana. Ela fica aberta 24 horas por dia, todos os dias da semana. Qualquer pessoa pode chegar, escolher um livro, levar pra ler e devolver depois. E, vendo tantos companheiros de prateleira, nosso amado “Bolerus” decidiu que gostaria de experimentar a aventura de passar um tempo na biblioteca e ver quem o levaria pra casa. Voe, “Bolerus”!

> Para comprar o “Bolerus” impresso, acesse: https://pag.ae/bhsTF7S.

> Se preferir o e-book, acesse: http://amzn.to/2AL1uVl.

Bolerus por aí (018) – Hospital do Servidor Público

Salas de espera de hospitais e consultórios nem sempre dispõem de algum material de leitura. Na maioria das vezes, temos apenas um amontoado de revistas velhas de celebridades. A verdade é que nem isso têm os hospitais públicos, onde a espera costuma ser grande. Um livro é uma excelente companhia nessas horas, mas muita gente não está habituada a carregar um na bolsa ou, na pressa, acaba esquecendo. Numa visita ao Hospital do Servidor Público do Estado de São Paulo, no último dia 13/04/18, nosso amado “Bolerus” descobriu que, ali no prédio da Psiquiatria, passa muita gente todos os dias, com as mais impressionantes histórias e dores da alma. E, assim, o exemplar 018 resolveu aventurar-se numa dessas salas de espera, entre essas pessoas de mentes barulhentas, para oferecer-lhes um pouco de empatia e poesia. Acreditamos que a arte pode nos salvar da loucura! Voe, “Bolerus”!

> Para comprar o “Bolerus” impresso, acesse: https://pag.ae/bhsTF7S.

> Se preferir o e-book, acesse: http://amzn.to/2AL1uVl.

Bolerus por aí (017) – Sesc Pompeia

Na sexta-feira, dia 16/03/18, resolvemos fazer um happy hour no Sesc Pompeia (zona oeste da capital paulista). Além da ótima programação de shows, peças de teatro e exposições, o lugar também é ótimo para tomar um café ou um sorvete nas suas mesinhas ao ar livre. Certamente, é a unidade do Sesc com a arquitetura mais impressionante. Com projeto desenvolvido por Lina Bo Bardi (a mesma que desenhou o MASP), foi inaugurado em 1982, aproveitando-se a estrutura de galpões de uma antiga fábrica de tambores de óleo da década de 1930. Foi tombado como patrimônio cultural nacional em 2015 e recebe mais de 5 mil pessoas por dia em suas instalações. E foi ali, nos sofazinhos próximos à bilheteria e às mesas de leitura da biblioteca (exatamente onde os poetas do @absurtos se conheceram três anos antes), que o nosso “Bolerus” 017 decidiu ficar e aguardar ser encontrado por seu próximo leitor. Voe, “Bolerus”!

> Para comprar o “Bolerus” impresso, acesse: https://pag.ae/bhsTF7S.

> Se preferir o e-book, acesse: http://amzn.to/2AL1uVl.

Bolerus por aí (016) – Sesc Pinheiros

No último sábado, dia 10/03/18, entre um almoço com amigos e uma feira de poesia, decidimos tomar um sorvete de iogurte com calda de cocada no Sesc Pinheiros. Chegando lá, nos deparamos com um pequeno picadeiro e um punhado de artes circenses, num espetáculo gratuito logo na praça de entrada. Vendo o respeitável público que lá se deleitava, nosso “Bolerus” 016 não teve dúvidas, deixou-se ficar por lá, aguardando que alguém o encontrasse logo e o levasse a conhecer o mundo. Voe, “Bolerus”!

> Quer comprar o “Bolerus” impresso? Acesse: https://pag.ae/bhsTF7S.

> Prefere o e-book? Acesse: http://amzn.to/2AL1uVl.